Assine a Newsletter

Entrevistas

Entrevista com Arari Jorge

entrevista3
Postado 29 de dezembro de 2015 às 22:26   /   por   /   comments (0)

Arari Jorge de Souza Barbosa, Discreto trabalhador da União Espírita Doutor Bezerra de Menezes, Bangu, RJ

O SOL NASCENTE – Que fato o levou a interessar-se pelo Espiritismo, e quando isso se deu?
Arari – Durante a infância frequentei a evangelização, e fatos relacionados ao meu casamento levou-me ao Espiritualismo e depois ao Espiritismo.
O SOL NASCENTE – Quais foram suas funções ou cargos já exercidos na lide espírita e qual a atual?
Arari – Já estivemos tesoureiro, coordenei alguns estudos por onde passei e, atualmente, na UEDEM, sou responsável pelo DECOM – Departamento de Divulgação da instituição; trabalho na biblioteca e faço parte do DAD – Departamento de Assuntos Doutrinários.
O SOL NASCENTE – Como você avalia o movimento espírita no âmbito do 290 CEU e adjacências? Arari – Pelas casas que passamos e algumas que visitamos, temos notado que nós espíritas estamos apequenando o movimento espírita com um verbo FLEXIBILIZAR. E me parece que esquecemos que o Centro Espírita é uma casa religiosa também.
O SOL NASCENTE – Em sua opinião, o CEERJ atende plenamente as necessidades do movimento espírita do Estado do Rio de Janeiro?
Arari – Não tenho opinião formada.
O SOL NASCENTE – O que falta em seu conceito para melhor funcionamento das Casas Espíritas? Arari – Os seus membros (diretores e trabalhadores, principalmente) conhecerem a Doutrina Espírita.
O SOL NASCENTE – Quais são os seus projetos para o ano de 2016 na lide espírita?
Arari – Continuar dando minha parcela de contribuição à casa.

BATE BOLA
O SOL NASCENTE – O que é necessário para você ser feliz?
Arari – Saber que a nossa felicidade só depende de nós mesmos.
O SOL NASCENTE Virtude que mais admira.
Arari – Sinceridade. Não confundir com grosseria.
O SOL NASCENTE – Defeito que detesta em você.
Arari – São tantos…
O SOL NASCENTE – Um grande vulto espírita.
Arari – Allan Kardec.
O SOL NASCENTE – Um livro.
Arari – O Livro dos Espíritos.
O SOL NASCENTE – Você tem medos?
Arari – Sim… das minhas fraquezas.
O SOL NASCENTE – Do que se arrepende?
Arari – De quando jovem, ter me afastado da Doutrina Espírita.
O SOL NASCENTE – O que mais ama na vida?
Arari – A vida.
O SOL NASCENTE – Um motivo de tristeza.
Arari – Não sei, pois a Doutrina Espírita é de alegria.
O SOL NASCENTE – O que faz nas horas vagas?
Arari – Converso com os meus familiares, principalmente com a minha esposa. Leio todos os dias e adoro a internet.
O SOL NASCENTE – Um sonho.
Arari – É coletivo: que o movimento espírita se confraternize.
O SOL NASCENTE – Uma frase.
Arari – “Um novo mandamento vos dou: Que vos amai uns aos outros; como eu vos amei” (João, 13:34).
O SOL NASCENTE – Suas considerações finais.
Arari – Muito obrigado pela oportunidade da entrevista. Um bom e próspero Ano Novo espiritual para todos nós.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Name E-mail Website Comentário